Pages

Tabela comparativa entre Jesus e Muhammad (Maomé)



Característica
Jesus
Muhammad (Maomé)
Combate
Nunca lutou
Lutou diversas vezes
Chamado
Quando ouviu a voz de Deus, foi ao deserto jejuar e se fortalecer
Quando ouviu Allah (através de Gabriel), tentou se matar por algum tempo
Identidade
Agia como Deus
Confessava ser homem
Matança
Nunca matou
Matou diversas pessoas
Casamento
Nunca se casou
Casou-se com cerca de 20 mulheres
Ministério
Foi comissionado diretamente por Deus
Foi comissionado por um anjo (Gabriel)
Milagres
Realizou diversos, inclusive ressuscitou mortos
O único milagre que ele alegou foi o próprio Alcorão em si
Profecias
Há dezenas de profecias sobre sua vinda
Não há menção à sua vinda
Sacrifício
Voluntariamente se sacrificou pelos outros
Para escapar, matou outras pessoas
Pecado
Nunca pecou
Era pecador
Escravos
Nunca possuiu
Possuiu diversos
Nascimento
Teve um nascimento milagroso e único
Nascimento normal
Mulheres
Tratou-as iguais aos homens
Disse que elas tem apenas metade da capacidade mental de   um homem
Paz
Foi chamado de ‘Príncipe da Paz’
Declarou guerra aos descrentes
Discípulos
Seus discípulos morreram por sua fé
Seus discípulos mataram por sua fé
Inimigos
Perdoou os que o mataram
Determinou a morte de diversos inimigos
Inimigos - 2
Ordenou que amássemos os que nos perseguem
Ordenou que trouxessem terror ao coração dos inimigos
Deus
Indicou ser o próprio Deus encarnado
Disse que Allah é o único Deus
Satanás
Repreendia e expulsava Satanás
Foi vítima de magia e Satanás pôs palavras em sua boca em certa ocasião
Oração
Disse: “E, quando orares, não sejas como os hipócritas, pois se comprazem em orar em pé nas sinagogas e às esquinas das ruas, para   serem vistos pelos homens. E, orando, não usei de vãs repetições, como os gentios, que pensam que, por muito falarem, serão ouvidos”.
Disse que, passar na frente de alguém que ora anula a oração dele, que se você olhar para cima durante a oração ficará cego, que se não se prostrar adequadamente a sua oração não será aceita, que se você orar mais alto que o líder (Imame) Allah transformará seu rosto na cara de um burro.
Últimas palavras
“Pai, perdoa-lhes; porque não sabem o que fazem”. “Está consumado”
“Que Allah amaldiçoe Judeus e Cristãos por construirem locais de adoração no túmulo dos profetas”
Todas as características aqui apresentadas NÃO são oriundas de 'achismos'. Cada evidência foi extraída de fontes pertinentes a cada um. As referências a Jesus foram extraídas da Bíblia Sagrada e as referências a Muhammad foram extraídas do Alcorão e de Hadiths.

Por favor, se gostou, clique no botão +1:



15 comentários:

  1. lol:) Jesus é melhor de longe!

    ResponderExcluir
  2. Jesus é o Santo de Deus, o único homem que andou sobre a terra e não cometeu nenhum pecado.
    Já Muhammad é mentiroso e homicida desde o princípio como o seu pai (o Diabo). Muhammad foi enviado pelo seu pai para confundir as nações do mundo inteiro.
    Bem nos alertou o Espírito Santo de Deus a este respeito através de seu filho Jesus e de São Paulo quando disse: "Falsos profetas virão pregando em meu nome. E farão tantos sinais que se puderem enganarão até os eleitos".

    Por fim:

    "Maldito aquele que anunciar a vocês um Evangelho daquele que anunciamos, ainda que sejamos nós mesmos ou algum anjo do céu." (Gálatas 1,8)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sem comparação. Até no Alcorão Jesus é superior à Maomé.

      "Deus te anuncia o Seu Verbo, cujo nome será o Messias, Jesus, filho de Maria"
      (Sura 3:45)

      "Ele lhe ensinará o Livro, a sabedoria, a Tora e o Evangelho."
      (Sura 3:48)

      "Curarei o cego de nascença e o leproso; ressuscitarei os mortos, com a anuência de Deus"
      (Sura 3:49)

      Excluir
  3. Jesus é o Santo de Deus, o único homem que andou sobre a terra e não cometeu nenhum pecado.
    Já Muhammad é mentiroso e homicida desde o princípio como o seu pai (o Diabo). Muhammad foi enviado pelo seu pai para confundir as nações do mundo inteiro.
    Bem nos alertou o Espírito Santo de Deus a este respeito através de seu filho Jesus e de São Paulo quando disse: "Falsos profetas virão pregando em meu nome. E farão tantos sinais que se puderem enganarão até os eleitos".

    Por fim:

    "Maldito aquele que anunciar a vocês um Evangelho diferente daquele que anunciamos, ainda que sejamos nós mesmos ou algum anjo do céu." (Gálatas 1,8)

    ResponderExcluir
  4. Na verdade, a bíblia faz menção à Maomé, sim. Está em Mateus 24:11.
    http://www.bibliaonline.com.br/acf/mt/24/11

    ResponderExcluir
  5. Os cristãos adoram versículos isolados e quando vêem o crescimento do islam eles sacam este:

    "Ora, o Espírito afirma expressamente que, nos últimos tempos, alguns apostatarão da fé, por obedecerem a espíritos enganadores e a ensinos de demônios”

    Interessante é saber o contexto de 1Timóteo 4:1

    Este que fala é Paulo. E pasmem saber de quem ele fala aí. Primeiro é bom entender que os últimos tempos não são os dias de hoje, pois Paulo acreditava que eles já viviam nos últimos tempos. Ou acreditava ou usava isso como argumento de terror para seus seguidores. Agora de quem Paulo falava aí, quem estava abandonando a religião por dar ouvidos a demônios?

    Na época da pregação de Paulo havia uma certa nova seita vivendo entre os judeus. Eram chamados os nazarenos. Eles frequentavam nas sinagogas, frequentavam o templo, participavam das leituras públicas da torah e eram os mais próximos seguidores de Jesus e tinham entre eles pessoas que tinha convivido com Jesus, pessoas que tinham ouvido Jesus falar inclusive os apóstolos vivos que ainda viviam em Jerusalém.

    Esses nazarenos ensinavam que se devia circuncidar-se (como Jesus foi circuncidado), abster-se de carne de porco, e alguns se mantinham solteiros e castos até a morte (especificamente os essênios) e esses castos eram treinados como soldados que pretendiam defender Israel.

    "Ora, o Espírito afirma expressamente que, nos últimos tempos, alguns apostatarão da fé, por obedecerem a espíritos enganadores e a ensinos de demônios” 1Timóteo 4:1


    Então Paulo falava ai, nada mais nada menos, do que os primeiros e verdadeiros seguidores de Jesus. Para entender o contexto:

    "Ora, o Espírito afirma expressamente que, nos últimos tempos, alguns apostatarão da fé, por obedecerem a espíritos enganadores e a ensinos de demônios, pela hipocrisia dos que falam mentiras e que têm cauterizada a própria consciência, que proíbem o casamento e exigem abstinência de alimentos que Deus criou para serem recebidos, com ações de graças, pelos fiéis e por quantos conhecem plenamente a verdade; pois tudo que Deus criou é bom, e, recebido com ações de graças, nada é recusável, porque, pela palavra de Deus e pela oração, é santificado. Expondo estas coisas aos irmãos, serás bom ministro de Cristo Jesus, alimentado com as palavras da fé e da boa doutrina que tens seguido. Mas rejeita as fábulas profanas e de velhas caducas. Exercita-te, pessoalmente, na piedade. Pois o exercício físico para pouco é proveitoso, mas a piedade para tudo é proveitosa, porque tem a promessa da vida que agora é e da que há de ser." 1 Timóteo 4:1 a 8

    ResponderExcluir
  6. Continuava aí, Paulo, a sua luta contra os seguidores de Jesus. Fabricou sua própria versão do cristianismo e assim combateu os nazarenos os chamando de ouvidores do demônio, velhos caducos.

    Paulo pretendia parar o crescimento daquela seita de guerreiros puros ensinando no seu evangelho que:

    1 – Não existia pecado do qual devamos nos preocupar, pois Jesus pagou todos na cruz
    2 – Devemos comer carne de porco e não nos exercitar
    3 – Não se deve circuncidar-se pois isso é uma prática de “fábulas dos judeus”

    Assim nascia uma geração de fracos impuros que mais tarde seriam dominados facilmente pelos romanos. Essa era a luta do romano Paulo de Tarso. Sobre praticar exercícios:

    “A atividade útil tende à prosperidade; inatividade ou preguiça, tendem à adversidade” Está registrado na bíblia como de autoria do profeta Salomão (a.s) em Provérbios 6:6 a 13; 14:23




    Então ele alertava seus pobres seguidores contra esses, que ele chamava de ouvidores de demônios (que eram os verdadeiros seguidores de Jesus) e que muitos apostatarão da fé, da fé do paulinismo, do cristianismo paulino.

    Aos Gálatas ele alerta coisa parecida:

    “Mas, ainda que nós ou mesmo um anjo vindo do céu vos pregue um evangelho que vá além do que vos temos pregado, seja anátema.” Gálatas 1:8

    Ele temia que os cristãos que ensinavam o que Jesus ensinou (Unicidade, reverencia, caridade...) que abominavam o conceito de trindade e não ensinavam que Jesus tinha morrido e ressuscitado... ele temia que esses, os cristãos conduzidos pelos apóstolos que conheceram Jesus, vos trouxessem o verdadeiro evangelho de Jesus, então alertou para que nenhum evangelho além do evangelho de Paulo fosse admitido.

    ResponderExcluir
  7. “no dia em que Deus, por meio de Cristo Jesus, julgar os segredos dos homens, de conformidade com o meu evangelho.” Romanos 2:16

    “Lembra-te de Jesus Cristo, ressuscitado de entre os mortos, descendente de Davi, segundo o meu evangelho; ” 2 Timóteo 2:8

    Jesus morto e ressuscitado é o evangelho de Paulo que era oposição aos “cristãos apostólicos”. Era esse evangelho que ele defendia. O evangelho dele próprio, escrito em grego, por gregos e contendo mitologia grega.

    A bíblia, nos livros do próprio Paulo, é dito que os judeus lhe atribuíram a liderança da seita dos nazarenos. Óbvio que ele adorou, só não gostou da atribuição de seita.

    “seguindo o caminho a que eles chamam seita, assim sirvo ao Elohim de nossos pais, crendo tudo quanto está escrito na Torá e nos Profetas”

    Aí ele legitima a torá, porém mais tarde, em carta aos corintios ele chama a torá de "ministério decadente da morte e da condenação, gravada em pedra" 2 corintios 3:5-12

    E termina esse trecho se dizendo diferente de Moisés, pois este profeta representava algo decadente e acusou Moisés de encobrir essa decadência:

    "E não somos como Moisés, que punha véu sobre a face, para que os filhos de Israel não atentassem na terminação do que se desvanecia" 2 corintios 3:5-13

    ResponderExcluir
  8. Conclusão:


    "Ora, o Espírito afirma expressamente que, nos últimos tempos, alguns apostatarão da fé, por obedecerem a espíritos enganadores e a ensinos de demônios” 1Timóteo 4:1

    “Mas, ainda que nós ou mesmo um anjo vindo do céu vos pregue um evangelho que vá além do que vos temos pregado, seja anátema.” Gálatas 1:8


    No contexto dos dois versículos o evangelho da morte de Jesus é o evangelho de Paulo e o evangelho que deveria ser rejeitado era o evangelho de Jesus. E os que apostatavam eram os que resolviam seguir os que exigiam restrições alimentares (provavelmente sangue, bebidas alcoólicas e carne de porco) e que recomendavam a circuncisão.

    “Lembra-te de Jesus Cristo, ressuscitado de entre os mortos, descendente de Davi, segundo o meu evangelho; ” 2 Timóteo 2:8

    Esse era o evangelho que para Paulo era válido, o dele próprio.

    Para uma melhor compreensão leia também nesse blog:


    Para uma conclusão mais aprofundada é imprescindível a leitura do artigo chamado "Em quem se baseia o cristianismo". Esse artigo que você acabou de ler, só fará sentido se você ler a conclusão. . Clique aqui e leia.


    E sobre os dois dogmas que Paulo inventou e que são a base do cristianismo. Que todos nascem com um pecado e que foi necessário a morte de Jesus para perdoar esse pecado


    Deus quis sacrifício de sangue pelo perdão dos pecados?


    Pecado Original Não Existe:


    Que Deus nos conduza todos a toda verdade.

    ResponderExcluir
  9. Os cristãos dizem que o cristianismo começou com Jesus, este fez milhares de discípulos e esses discípulos o ouviram, tiveram lições com seus discursos públicos. Desses discípulos, 12, eram especiais pois além dos discursos de Jesus eles tinham lições exclusivas e estavam com ele em público e também em momentos privados, portanto, entre todos, esses 12 eram os mais íntimos “alunos” de Jesus.

    Deus fez com que milhares ouvissem Jesus e que 12 de convivessem com Jesus 24 horas por dia durante todo seu ministério, depois da partida de Jesus esses 12, que o acompanharam, ainda tiveram o momento único, que foi o dia de pentecostes em que esses (menos Judas) receberam o espírito santo e foram capacitados por Deus para serem apóstolos de Jesus e levarem a sua mensagem adiante.

    Então, lá vão esses bravos homens levarem a mensagem de Jesus ao mundo lá vão, lá vão, vão... e foram pra onde? Porque entre os milhares de discípulos de Jesus e os doze apóstolos que conviveram com Jesus 24 horas, nenhum te mais livros no novo testamento do que Paulo de Tarso?

    Nenhum deles e nem todos eles juntos escreveram mais do que um único homem? Porque metade dos livros do novo testamento (incluindo o evangelho de Lucas segundo especialistas) foram escritos por um homem que nunca conheceu Jesus e não esteve no dia de pentecostes?


    Ta ok, dois evangelhos são atribuídos a pessoas que conheceram Jesus, mas e os outros apóstolos? Porque todos os apóstolos, que conviveram com Jesus 24 horas e receberam o espírito santo em pentecostes, juntos, escreveram menos do que um único homem que não conheceu Jesus e nem esteve em pentecostes?

    Este homem era Paulo de Tarso.
    Ele se auto proclamou apóstolo sem nunca ter conhecido Jesus e não esteve em pentecostes, mas escreveu metade dos livros do novo testamento. Mas porque dão crédito a ele?


    Ele disse que teve uma visão de Jesus quando caminhava para Damasco. Mas na hora de contar como foi esse encontro misterioso com Jesus ele se enrola um pouco:

    ResponderExcluir
  10. Paulo disse; Atos dos Apóstolos.22:9: "Meus companheiros viram a luz, mas não ouviram a voz que me falava."


    Porém é dito em Atos dos Apóstolos.9:7:"Os homens que acompanhavam Saulo ficaram cheios de espanto, porque ouviram a voz, mas não viam ninguém."


    o cara nunca conheceu Jesus, se tornou a segunda pessoa mais importante do cristianismo e mal consegue descrever como foi seu encontro misterioso com Jesus.

    Obvio que para minimizar a contradição já tem novas traduções da bíblia na área. Traduzem “mas não ouviram a voz” como “não entenderam a voz”. Não entender o que a voz fala é uma coisa, mas “não entender a voz” simplesmente não faz sentido. A palavra é ak-oo'-o (ηκουσαν) que quer dizer “ouvir, ou perceber com a audição”. Façam uma coisa bem simples. Copiam a palavra grega ai e colem no tradutor google Grego/Português.

    E não é possível traduzir um versículo como "entender" e outro versículos como "escutar" pois o radical da palavra é rigorosamente o mesmo. Portanto não há desculpa para traduzir diferente.


    Mas acham que a confusão quando ele vai contar a estória do seu encontro com Jesus acaba por ai?


    E depois do misterioso encontro com Jesus o que ele fez?
    Para os pagãos gregos ele disse que era apostolo independente e auto-suficiente portanto depois do encontro com Jesus ele não precisava mais de nada. E disse:
    “Quando, porém, ao que me separou antes de eu nascer e me chamou pela sua graça, aprouve revelar seu Filho em mim, para que eu o pregasse entre os gentios, sem detença, não consultei carne e sangue, nem subi a Jerusalém para os que já eram apóstolos antes de mim, mas parti para as regiões da Arábia e voltei, outra vez, para Damasco.” Gálatas 1:15,16,17

    ResponderExcluir
  11. Ou seja, ele não precisava dos outros apóstolos. Depois do misterioso encontro com Jesus ele foi para a Arábia e depois voltou para Damasco.


    Mas em outro lugar ele disse que foi para Damasco e depois foi a Jerusalém, coisa que mais tarde ele diria que nunca fez.


    E era muito importante e ele deixa muito claro na carta aos Gálatas que ele não foi a Jerusalém se encontrar com os apóstolos pois ele queria se dizer apóstolos dos gentios sem vínculos com os outros (os verdadeiros apóstolos). Mas para outros ele queria ter vínculo com os apóstolos e queria que soubessem que ele foi aprovado pelos apóstolos:


    “Tendo chegado a Jerusalém, procurou juntar-se com os discípulos; todos, porém, o temiam, não acreditando que ele fosse discípulo. Mas Barnabé, tomando-o consigo, levou-o aos apóstolos; e contou-lhes como ele vira o Senhor no caminho, e que este lhe falara, e como em Damasco pregara ousadamente em nome de Jesus.” Atos 9:26


    Aí já diz que sim ele foi a Jerusalém depois de ter ido a Damasco. Mas em gálatas ele tinha dito que não foi a Jerusalém, mas foi para a Arábia e depois de volta a Damasco.


    Ou seja, duas conversas diferentes para pessoas diferentes. Ele não sabe contar como foi que viu (ou ouviu) Jesus. Se quem estava com ele ouviu ou não ouviu, viu ou não viu. E depois não soube dizer para onde foi depois da visão, se para Damasco depois para Arábia e jamais para Jerusalém ou se de Damasco direto para Jerusalém.
    E ainda há a passagem em que ele diz que em damasco recebeu a inspiração de tudo que diria e outra que ele diz que no momento que “viu Jesus” foi imediatamente instruído em tudo que diria.
    Portanto esse cara, que não sabe nem dizer como foi seu encontro com Jesus, tem mais livros no novo testamento do que todo o resto dos milhares que conheceram Jesus pessoalmente.
    .
    Foi esse cara que disse que o sacrifício de um inocente (Jesus) valia mais que tudo que esse inocente tenha dito.


    Ele disse que um testamento só tem valor quando o testador morre e diz que sem sangue não há salvação. Quando no evangelho é dito que Jesus teria dito que o monoteísmo e a empatia para com o irmão “excede todos os holocaustos e sacrifícios”. Mas então o que Paulo pregava não era o evangelho do monoteísmo excedendo o sacrifício e sim o evangelho do sacrifício que excede tudo.

    “no dia em que Deus, por meio de Cristo Jesus, julgar os segredos dos homens, de conformidade com o meu evangelho.” Romanos 2:16



    “Lembra-te de Jesus Cristo, ressuscitado de entre os mortos, descendente de Davi, segundo o meu evangelho;” IITimotio 2:8

    Jesus morto e ressuscitado é o evangelho de Paulo de Tarso. O que não sabe nem dizer como foi seu encontro com Jesus e, mesmo assim, tem mais livros no novo testamento do que todo o resto dos milhares que conheceram Jesus pessoalmente.

    Deus não queria e não precisava e muito menos exigia o sangue de Jesus.

    ResponderExcluir
  12. Maravilha!
    Gostaria de primeiro parabenizar o autor do post por me permitir mais esta descoberta!
    Maomé foi o deus do antigo testamento em forma humana! Fez exatamente como esta descrito na bíblia!

    ResponderExcluir
  13. Não tem nem comparação. Jesus é o verdadeiro Salvador!!! Glória!!!

    ResponderExcluir
  14. O que a humanidade nao se deu conta ate hj e que o verdadeiro livro da vida era o proprio Jesus .... tudo o que fazemos na vida ou vemos ou vivemos e sentimos .... fica escrito em nos como se fosse um livro ... Jesus provavelmente era um livro desde o inicio dos tempos ate o final ... a humanidade nao se tocou ... era imprecindivel que ele vivesse ate o final de seus dias .... mas ele sabia que os ricos e poderosos fariam de tudo para que ele nao cumprisse sua missao ... por isso digo ... Jesus venceu uma batalha pessoal com Satanas na cruz ... pois Satanas acreditava que ninguem levaria a verdade ate a morte ... ja que tantos recuam diante da tortura ... ja a humanidade sofreu sua tremenda derrota ... essa terra nao esta liberta coisa nenhuma ... continua nas redeas da escravidao financeira .... onde se vc nao tiver um tostao tvez passe fome ... ta doente ???? O patrao nao quer saber ... este nao e o mundo pregado ... basta se fazerem uma pergunta ( se vcs pegassem um ladrao .. o que fariam com ele ?? O que Jesus faria ? Ou o que o Satanas faria ?) Podemos ter como anti cristo ... o contrario do que foi ensinado e pregado por ele .... ele oraria por um criminoso .. os dois ladroes na cruz .. lembram ?? Entao fica facil perceber como a anti crenca ja impera dentro da humanidade ... Jesus pregou um mundo de irmaos ... onde um ajudase o outro .. temos um planeta onde a natureza e uma mae para todos nos ... tudo o que temos ela nos fornece e de graca ... alguem ja pensou nisso ?? Jesus mostrou o dinheiro como raiz de todos os males e realmente e a espada dos ricos e poderosos ... que nos pagam o minimo sempre ..compram pessoas ... juri e juiz ... e nao foi essa a espada na cabeca de Judas ??? Um saquinho de moedas ?? Entao realmente ... a humanidade precisava e precisa daquele que era verdadeiramente o livro sagrado da vida !

    ResponderExcluir