Pages

Contribuições do Islam para a paz em fevereiro


O Islamismo se diz a "religião da paz". Para tal, dizem que "não há compulsão quanto à religião", ou seja, que qualquer um pode se tornar Muçulmano. Todavia, se um Muçulmano decide deixar de ser Muçulmano, ele tem três dias para mudar de ideia e reconsiderar, caso contrário será decapitado (se for mulher, ficará presa).
Para o Islamismo, a paz plena só será alcançada quanto todos os descrentes aceitarem a fé Islâmica ou quando forem mortos. Vejamos uma lista de contribuições para a paz que o Islamismo tem feito ao redor do mundo.

Março (a partir do dia 16)


13/03/2013 (Sopore, Paquistão) - Militantes do Lashkar-e-Toiba matam um jovem de 18 anos em uma mesquita.

18/03/2013 (Hudur, Somália) - Um imam de 75 é decaptado por rivais da religião da paz.

18/03/2013 (Kano, Nigéria) - Cerca de 40 Cristãos são explodidos aos pedaços em um  brutal ataque com carro bomba.

18/03/2013 (Maiduguri, Nigéria) - Islamistas atacam uma escola, matando quatro professores e outros dois.


18/03/2013 (Balad Ruz, Iraque) - Cinco pessoas são enviadas a Allah por causa de um Shahid ['mártir'] homem-bomba.

18/03/2013 (Mogadishu, Somália) - Um carro-bomba suicida massacra pelo menos 10 pessoas.

18/03/2013 (Peshawar, Paquistão) - Pelo menos quatro são mortos por dois homens-bomba em um tribunal.

17/03/2013 (Mosul, Iraque) - Um homem e sua filha são brutalmente assassinados por um Mujahidin ['soldado santo']

17/03/2013 (Narathiwat, Tailândia) - Um oficial budista de 64 anos é baleado na cabeça por um separatista Muçulmano.

16/03/2013 (Garmat Ali, Iraque) - Carros-bomba matam 10 iraquianos esperando ônibus em uma área Xiita.


Por favor, se gostou, clique no botão +1:

Nenhum comentário:

Postar um comentário