Pages

Muçulmana apedrejada por desfilar em concurso

Uma jovem de 19 anos, Muçulmano, Katya Koren, foi apedrejada até a morte pela lei da Sharia depois de participar de um concurso de beleza na Ucrânia. Eles encontraram-na morta em uma vila perto de sua casa na região da Criméia, na Ucrânia.
Seus amigos disseram que ela era uma menina ligada à moda e que participou de um concurso de beleza. Seu corpo foi enterrado em uma floresta arborizada e encontrado uma semana depois de sua morte.
A polícia abriu uma investigação sobre seu assassinato. As suspeitas estão sobre três jovens Muçulmanos que, acredita-se, a mataram acreditando que estavam justificados a fazer tal coisa sob o Islã.
Um deles é Gaziev Bihal de 16 anos. Ele está sob prisão. Ele havia dito à polícia que ela violou as leis da Sharia. Este jovem não tem arrependimentos sobre a morte da menina porque ela não cumprir a lei Islâmica.

Um comentário:

  1. Maometanos: "Vocês pertencem ao pai de vocês, o Diabo, e querem realizar o desejo dele. Ele foi homicida desde o princípio e não se apegou à verdade, pois não há verdade nele" (Jo. 8,44).

    ResponderExcluir