Pages

Eu sou um Muçulmano, e com orgulho!

É muito fácil encontrar exemplos de muçulmanos proclamando pessoalmente ou na internet que eles são "Orgulhosos de ser muçulmano". Toda vez que ouço essa declaração, eu nunca deixo de me perguntar, do que é exatamente que os muçulmanos são tão orgulhosos?
Suas mulheres são escravizadas e tratadas como crianças, seus países de terceiro mundo são estagnados por uma religião, obviamente, fora de moda, que torna esses países muito menos desenvolvidos que quaisquer outros países do terceiro mundo, sua juventude está constantemente irritada, eles são carentes em todos os campos de estudos seja literatura, ciência ou da descoberta científica, o analfabetismo é extremamente alto, eles não conseguiram reformar o Islã para torná-lo uma religião mais aceitável em um mundo muito diferente do século 7, e os seus países não têm a liberdade de expressão.
Eu posso seguir longamente e, possivelmente, escrever um livro inteiro sobre os problemas gerais e mais graves, muitos dos quais são exclusivos para as comunidades muçulmanas e são causados pelo Islã. Crimes em países islâmicos e seus problemas são ignorados e escondidos, não tratados porque os problemas supostamente não deveriam existir em uma sociedade islâmica. Os muçulmanos desenvolveram um fetiche por encontrar falhas no Ocidente, como se isso faz fizesse suas próprias falhas desaparecem.
Mais uma vez, de que é que os muçulmanos são tão orgulhosos?
Casamento em massa organizado pelo Hamas (Palestina)
Os muçulmanos seguem um árabe morto que não podia resistir à sua atração sexual por uma criança e acabou fazendo sexo com uma menina de 9 anos chamada Aysha, como admitido pela própria Aysha em incontáveis ​​hadith. Eles seguem um árabe morto que ordenou que as pessoas fossem apedrejadas à morte, que ordenou que as mãos das pessoas e os pés fossem cortados em pequenos furtos, que é responsável pelo assassinato de milhares de não-muçulmanos. Os muçulmanos seguem uma completa fraude que ensinou ódio e uma religião de divisão.
Mais uma vez, de que é que os muçulmanos são tão orgulhosos?
Vejam essa loucura. Allah não existe, Mohamed (isto é, Maomé, Muhammad, etc) mentiu, roubou, matou... Tudo está evidente quando você conhece um pouco de história. Todas as falhas incontáveis ​​do Islã começam a fazer sentido. O Islã é o laço que estrangula os muçulmanos e os impede de produzir um país moderno.
Este artigo não é para ridicularizar ou insultar os muçulmanos, mas para fazê-los pensar sobre as suas circunstâncias e enfrentar a realidade. Quanto tempo mais os muçulmanos vão viver em negação e dizer que esses problemas não existem. Para melhorar, o primeiro passo é reconhecer que há um problema. É por isso que este artigo foi escrito, por isso o leitor muçulmano deve reconhecer que existe um problema e começar a fazer algo sobre isso. Em vez de perder tempo se curvando para a parede em seus quartos, os muçulmanos precisam gastar seu tempo resolvendo os problemas que enfrentam os países de maioria muçulmana. Desculpem-me os muçulmanos, mas admirar de um guerreiro morto que teve relações sexuais com uma criança não é algo para se orgulhar, mas algo de que se envergonhar.

10 comentários:

  1. o intuito do blog é discutir religiao ou so falar mal do islã?o Fato do sexo consensualno brasil começar aos 14 nao te enoja? O islã tem sua função no mundo assim cmo todas as coisas. Nada é de tudo mal ou bom; Você nao aponta um rumo ou caminho, unicamente fala mal.Assim vc nao conssegue a reflexao de ngm, só a antipatia.

    ResponderExcluir
  2. Criticar comportamentos islâmicos fundamentados nos livros islâmicos autoritários é "falar mal"?

    ResponderExcluir
  3. fazendo uma leitura restrita e fechada assim você faz a mesma coisa que os extremistas.
    Nem todo mulçumano bate em mulher, existem bons mulçumanos que são boa pessoas.
    Você incita o odio a religiao extendendo a todos.
    Posso ficar colando pedaços aqui de toda e qualquer cultura teista ou não e insinuar que todo mundo não importa quem é mau.
    Mas em que isso iria ajudar?
    Você é aquilo que gera.

    ResponderExcluir
  4. Concordo plenamente com o post. Podem sim haver muitas pessoas boas islamicas, mas e o resto? O islamismo poderia ser falado muito bem pelos outros, como uma religião em que as mulheres não são fúteis e se preservam para seus maridos por exemplo. Mas a questão é que não é uma questão de escolha. É uma religião obrigatória. Não há livre arbítrio algum. Ou seja, as pessoas mulçulmanas nunca vão conseguir ser o que realmente são e querem, porque simplesmente pra qualquer idéia ou desejo que elas tenham, se não estiver de acordo com o Alcorão não é permitido! Gostei do blog. Parabéns!

    ResponderExcluir
  5. sabe eles tem razao faz e assume o que fez. no brasil profesores comendo alunas, pai e mae tendo relaçao com filhos patroes com funcionarias tudo "escondido"se os muçulmanos estao errados nao pediram nossa opinião, o dia que eles pedirem ajuda dai sim teremos direito de intrometer, veja os evangelicos brasileiros estao indo para o mesmo caminho controlando vidas para estorquir dinheiro de troxas e ninguem fala nada, por que voce nao faz uma matéria a respeito desses estelionatarios ou voce é evangelico? e nao pode falar de si, só dos outros

    ResponderExcluir
  6. Não há isenção quando o blog é protestante, apesar de ter razão em grande parte, mas teria que partir de um teólogo laico.

    ResponderExcluir
  7. Maometanos: "Vocês pertencem ao pai de vocês, o Diabo, e querem realizar o desejo dele. Ele foi homicida desde o princípio e não se apegou à verdade, pois não há verdade nele" (Jo. 8,44).

    ResponderExcluir
  8. Bom blog...vai direto ao assunto o qual, esses religiosos não gostam de enxergar

    ResponderExcluir
  9. NASCIMENTO,15,muçulmano com orgulho
    Aprendemos que, por mais que a nossa religião seja denegrida e mal vista, Deus faz a verdade prevalecer e aqueles que a procuram a encontram. Porém, como isto acontece? Acontece quando o muçulmano esclarece sua religião, mesmo no auge da difamação e faz desta difamação uma propaganda a seu favor não se importando com o que dizem ou pensam os malfeitores. Com boa conduta, educação e perseverança no esclarecimento e propagação da religião, como fizeram o Profeta e seus companheiros, podemos ser seus sucessores e ter a honra e virtude de ensinar o bem à humanidade e ajudá-la a encontrar a salvação. Hoje atacam os muçulmanos e os taxam de atrasados, terroristas, etc... temendo a propagação do Islam e a solução do Islam para o mundo. Ontem, os muçulmanos, representados pela pessoa do Profeta Muhammad(S)não se abateram com as insinuações e ataques, fazendo a religião chegar ao oriente e ocidente. Hoje nós o faremos, se Deus quiser!
    Eu espero que vc responda:
    Por que uma freira pode estar coberta e é respeitada por devotar - se a Deus?. Mas quando uma muçulmana anda coberta ela esta sendo OPRIMIDA!

    Por que um judeu, um cristão, ou um homem até mesmo ateu pode cultivar o uso da barba. Mas, quando é um muçulmano que cumpre a determinação do Profeta (S), ele é chamado de EXTREMISTA, FUNDAMENTALISTA ou até mesmo de TERRORISTA!

    Por que uma mulher ocidental quando deixa seu trabalho para se dedicar a casa, aos filhos ela esta somente se sacrificando pela família?. Mas uma mulher muçulmana quando se dedica a família ela precisa ser libertada!

    Um cristão, um Judeu que comete um crime a religião dele nunca e citada?. Mas um muçulmano quando comete um crime, é a Religião o ( ISLAM) que esta em julgamento!

    Mas mesmo assim porque sera que o ISLAM é a religião que mais cresce no mundo?

    Isso podemos responder sem nenhuma dúvida: É porque o ISLAM É A RELIGIÃO REVELADA PARA TODA A HUMANIDADE!

    ResponderExcluir
  10. Qualquer um que mata inocentes,de qualquer religiao, raça, ou crença,nao esta servindo ao BOM DEUS,que é amor e bondade.Se a sua religiao te manda matar cristaos,judeus,macumbeiros,ateus,budistas,ou até mesmo seus irmaos muçulmanos,saia dela imediatamente,pois ela nao é verdadeira,é apenas um grupo politico mau intencionado te usando.ACORDA MUÇULMANO, E VIVA COM O DEUS QUE É AMOR, E RESPEITE OS DIREITOS DAS OUTRAS RELIGIOES E CRENÇAS.

    ResponderExcluir