Pages

10 provas de que o Alcorão oprime e insulta as mulheres

O status das mulheres no mundo Árabe é razão para críticas freqüentes contra o Islã. As mulheres ocidentais têm fixado seu olhar na poligamia, véus e em outras desigualdades nos países Muçulmanos, e estão interessadas sobre a rápida expansão do Islã. Enquanto os críticos ocidentais acusam o Islã de ensinar a inferioridade feminina, os Muçulmanos comumente sustentam que qualquer disparidade entre homens e mulheres são resultados de diferenças culturais e não da lei Islâmica.
Apologetas Muçulmanos têm feito um trabalho incrível para convencer as pessoas de que Mohamed foi um campeão dos direitos das mulheres. De fato, os argumentos para a liberdade das mulheres por Mohamed têm convencido alguns de que “Mohamed foi, provavelmente, o maior campeão dos direitos femininos que o mundo já viu.” Descrições da melhora causada por Mohamed à área dos relacionamentos entre os dois sexos abundam nos escritos Muçulmanos:
Vamos analisar 4 fatos a respeito da visão de Mohamed (Maomé) sobre as mulheres:

FATO 1 – O Alcorão permite (ou, talvez, ordena) os homens agredirem suas esposas para que elas o sirvam. Se uma esposa não dá ouvidos ao seu marido, o marido pode admoestá-la. Se isto não surtir efeito, ele deve fazê-la dormir numa cama separada. No entanto, se a esposa continuar a não respeitar a autoridade de seu marido, mesmo depois de ela ter sido mandada para outra cama, o marido é orientado a puni-la fisicamente. Considere o seguinte verso:

"Os homens têm autoridade sobre as mulheres, pelo que Allah preferiu alguns a outros, e pelo que despendem de suas riquezas... E àquelas (mulheres) de quem temeis a desobediência, exortai-as, pois, e abandonai-as no leito, e batei-lhes". Alcorão 4:34

FATO 2: Segundo Mohamed, as mulheres carecem de bom senso porque suas mentes são deficientes. Claro que esta declaração não passará sem ser contestada. Para seu crédito, Mohamed permitiu às mulheres questionarem-no a respeito de suas deficiência mentais. Sua resposta para essas questões foi iluminadora:

[Mohamed disse]: Oh, mulheres, vocês poderiam fazer mais caridade e pedir ainda mais por perdão porque eu as vi em um volume muito maior entre os habitantes do Inferno. Uma moça sábia dentre elas disse: Por que disso, Mensageiro de Allá, que nosso grupo [de mulheres] é um grupo maior no Inferno? A respeito disso o Sagrado Profeta observou: vocês praguejam demais e não ingratas aos seus maridos. Eu não vi ninguém carecendo de bom senso e nem falhando para com a religião, mas (ao mesmo tempo) roubando a sabedoria dos sábios, ninguém exceto vocês. A respeito disso a mulher comentou: O que há de errado com nosso bom senso e religião? Ele (o Sagrado Profeta) observou: Sua carência de bom senso (pode ser bem julgado a partir do fato) da evidência de que duas mulheres equivalem a um homem; isto é uma prova de sua carência de bom senso.

O Profeta (que a benção e a paz de Allá sejam sobre ele) disse: “O testemunho de uma mulher não é, porventura, equivalente à metade do de um homem?” As mulheres responderam: “Sim”. Ele disse: “Isto se dá por causa da deficiência da mente dela (i.e. das mulheres).”

FATO 3: Mohamed ofereceu às mulheres pouca esperança para a pós-vida:De fato, ele claramente diz que a maioria dos habitantes do inferno são mulheres, as quais são ingratas aos seus maridos (penso que ele nunca sugeriu que maridos ingratos receberão punição semelhante). Isto significa que após ser advertida, mandada para uma cama separada e apanhar de seu marido, a teimosa esposa pode olhar para o futuro eterno no inferno:

O Profeta (que a benção e a paz de Allá sejam sobre ele) disse: “Eu vi o paraíso e estiquei minhas mãos a um cacho (de frutas) e tivesse eu pegado-o, vocês teriam comido dele porquanto o mundo continuasse a existir. Eu também vi o Inferno de fogo, e nunca tive uma visão tão horrível. Vi que a maioria dos habitantes dele eram mulheres.” O povo perguntou: “Oh, Apóstolo de Allá! Por que isso?” O Profeta (que a benção e a paz de Allá sejam sobre ele) disse: “Por causa da ingratidão delas.” Foi perguntado se elas são ingratas a Allá. O Profeta (a benção e a paz de Allá sejam sobre ele) disse: “Elas são ingratas a seus companheiros de vida (maridos) e ingratas às boas obras.”

[Mohamed disse], “Oh, mulheres! Dêem-se à caridade, porque eu tenho visto que a maioria dos habitantes do Inferno de fogo são mulheres”. As mulheres perguntaram, “Oh, Apóstolo de Allá! Qual é a razão disso?” Ele disse: “Oh, mulheres! Vocês praguejam frequentemente e são ingratas a seus maridos. Eu não tenho visto ninguém mais deficiente de inteligência e religião do que vocês. Oh, mulheres, algumas de vocês podem levar um homem cuidadoso a desviar-se.”

FATO 4: O Alcorão permite que os Muçulmanos façam sexo com as mulheres cativas e com escravas (i.e. aquelas “as quais sua mão direita as possui). Como os exércitos Muçulmanos invadiram cidade após cidade, eles capturaram muitas mulheres, as quais poderiam frequentemente ser vendidas ou negociadas. Ainda, já que os homens Muçulmanos estava a um longo caminho de suas esposas, eles precisaram da sabedoria de Deus para guiá-los em seu tratamento para com as mulheres capturadas:

Os Crentes devem (eventualmente) vencer as dificuldades — Aqueles que se humilham em suas preces; que evitam conversas vãs; que são ativos em suas obras de caridade; que se abstêm do sexo, exceto com aquelas que se unem a eles pelo laço do casamento, ou (cativas) que sua mão direita possui — porque (neste caso) eles estão livres de culpa. 

Não àqueles devotos à oração — Aqueles que permanecem firmes em suas orações... e aqueles mantém a verdade no Dia do Julgamento, e aqueles que temem desagrado de seu Senhor — Porque o desagrado de seu Senhor é o oposto à Paz e Tranqüilidade — e aqueles que guardam sua castidade, exceto com suas esposas e as (cativas) que sua mão direita possui — Porque (então) eles não serão culpados

---Avaliação---

Mohamed melhorou a vida das mulheres da Arábia de algumas formas, claro que se comparado ao que era antes. No entanto, os Muçulmanos usam esse fato como uma evidência do ofício profético de Mohamed. Tal argumento é absurdo. Tudo o que está implicado pela melhora da vida das mulheres é que o Islã não é tão ruim quanto a cultura antes dele, que diz mais sobre os pagãos do que sobre os Muçulmanos. Realmente, como temos visto, Mohamed permitiu o abuso marital, afirmou repetidas vezes que as mulheres têm mentes inferiores, declarou que a maioria das pessoas no inferno é de mulheres, e permitiu que seus homens fizessem sexo com as cativas. Esta situação ainda provavelmente era melhor do que a situação das mulheres antes da ascensão do Islã; porém, Mohamed estava longe de ser “o maior campeão dos direitos humanos que o mundo já viu”.

Para mais, visite http://www.answering-islam.org/portugues/mulheres/acoitecama.html

2 comentários:

  1. Maometanos: "Vocês pertencem ao pai de vocês, o Diabo, e querem realizar o desejo dele. Ele foi homicida desde o princípio e não se apegou à verdade, pois não há verdade nele" (Jo. 8,44).

    ResponderExcluir
  2. Homicida? O diabo nunca matou ninguém, deus é o maior assassino da bíblia>>>http://es.scribd.com/doc/71754072/COLECAO-FABULAS-BIBLICAS-VOLUME-1-OS-ASSASSINATOS-DE-DEUS

    ResponderExcluir