Pages

O Papai Noel secreto do Islamismo


O Natal está chegando. Com ele, vem o Papai Noel com sua bela barba distribuindo presentes a todos.
As crianças pedem presentes bacanas aos seus pais. Os meninos querem um Playstation 3 ou X Box 360. As meninas querem roupas bonitas, um bom som, ou sabe-se-lá mais o que (desculpe, realmente não sei o que as meninas gostam de ganhar!).
O que poucas pessoas sabem é que o Islamismo também tem um Papai Noel, mas um Papai Noel secreto! Sim, sem mentira. Há um Papai Noel Muçulmano. Nas palavras de meu amigo David Wood, “o fato é que o Islam tem o mais espetacular Papai Noel de todos”!
Sabem o que esse Papai Noel Muçulmano fez? Salvou toda a humanidade de ser destruída! Quer um presente melhor do que esse? Imagine, ele salvou TODOS OS SERES HUMANOS do mundo.
Os Cristãos também têm um Salvador e o adoram, oram a ele prestam-lhe culto o tempo todo. No entanto, estranhamente os Muçulmanos não fazem o mesmo por seu salvador. Imagine se você fosse salvo por alguém de uma morte eminente. Você não gostaria de saber quem te salvou para agradecê-lo? Os Muçulmanos deveriam fazer o mesmo.
Vejamos quem é o salvador que, segundo o Islamismo, salvou todos os seres humanos da destruição. Quem iria destruir o mundo todo é Allah, mas, quem foi esse salvador? Chute, quem foi? Muhammad (Maomé)? Não, não é Muhammad. Ele disse em Sahih Bukhari que ele não pode salvar os homens da punição de Allah. Muhammad foi inútil para tal.
Então, quem é o salvador da humanidade, segundo o Islamismo?
Para entender quem é esse salvador, vamos entender, primeiro, por que a humanidade seria destruída. O destruidor é Allah:

  • Sahih Muslim 6621: Abu Ayyub Ansari relatou que o Mensageiro de Allah disse: se vocês não cometessem pecado, Allah teria aniquilado sua existência e teria os substituído por outras pessoas que pequem, e elas pediriam perdão a Allah e Allah os perdoaria.
  • Sahih Muslim 6622: Abu Huraira relatou que o Mensageiro de Allah disse: Por Ele em cuja Mão está minha vida, se vocês não pecassem, Allah os aniquilaria e os substituiria por pessoas que pecam e elas buscariam o perdão de Allah, e Ele os perdoaria.


Resumindo: Muhammad diz a seus amigos que Allah destruiria a humanidade se ela não fosse pecadora, ou seja, se as pessoas não pecassem, elas seriam mortas por Allah. Provavelmente, ele quer dizer que Allah precisa que os homens pequem para poder demonstrar misericórdia. Nós precisamos pecar para não sermos destruídos por Allah!
Agora, uma nova pergunta: por que ou por causa de quem nós pecamos?
O Alcorão tem a resposta.

  • Alcorão 2:35-36: Determinamos: Ó Adão, habita o Paraíso com a tua esposa e desfrutai dele com a prodigalidade que vos aprouver; porém, não vos aproximeis desta árvore, porque vos contareis entre os iníquos. Todavia, Satã os seduziu, fazendo com que saíssem do estado (de felicidade) em que se encontravam. Então dissemos: Descei! Sereis inimigos uns dos outros, e, na terra, tereis residência e gozo transitórios. 
  • Alcorão 7:19-22: E tu, ó Adão, habita com tua esposa o Paraíso! Desfrutai do que vos aprouver; porém, não vos aproximeis desta árvore, porque estareis entre os transgressores. Então, Satã lhe cochichou, para revelar-lhes o que, até então, lhes havia sido ocultado das suas vergonhas, dizendo-lhes: Vosso Senhor vos proibiu esta árvore para que não vos convertêsseis em dois anjos ou não estivésseis entre os imortais. E ele lhes jurou: Sou para vós um fiel conselheiro. E, com enganos, seduziu-os. Mas quando colheram o fruto da árvore, manifestaram-se-lhes as vergonhas e começaram a cobrir-se com folhas, das plantas do Paraíso. Então, seu Senhor os admoestou: Não vos havia vedado esta árvore e não vos havia dito que Satanás era vosso inimigo declarado?


Segundo o Alcorão, as pessoas pecaram porque Satanás as tentou. Então, pela lógica, se Satanás não houvesse tentado a humanidade para pecar, Allah teria destruído todos os humanos porque, sem o pecado incitado por Satanás, nós não teríamos pecado. O que se conclui? Que Allah é destruidor e Satanás é o SALVADOR da humanidade, o salvador dos Muçulmanos que os livrou da fúria de Allah!
Sim, é isso mesmo, e em outro lugar o Alcorão cita Satanás dizendo:

  • Alcorão 15:39 Disse: Ó Senhor meu, por me teres colocado no erro, juro que os alucinarei na terra e os colocarei, a todos, no erro.


Racione: Allah disse que se nós não pecássemos, ele nos destruiria e colocaria em nosso lugar outro povo que pecasse para que Allah pudesse perdoá-los. O Alcorão diz que Satanás é quem faz as pessoas pecar. As pessoas pecam. Logo, Satanás salvou a humanidade toda!

Satanás é o Papai Noel secreto do Islamismo. Ele deu o maior presente que um Muçulmano pode querer aqui na Terra: a vida. Se não fosse por Satanás ter feito o homem pecar, então nenhum de nós existiríamos.

Sim. Satanás é o salvador no Islamismo.

Um comentário:

  1. Tenho corrido para muitas religiões e todas são a mesma treta. As pessoas andam todas cegas cambaleado e seguindo os seus gurus! A escola ensina aquilo que chamam de ciência, mas é também uma religião. Tenho visto críticas aos Talibãs por se fazerem de mártires pensando que no céu terão a mulher dos seus sonhos, mas estão adorando um que teve a arrogância de dizer que se deixa matar para estar no paraíso e reinar ao lado direito do trono do Ser divino. Pretendem tirar a cisco do olho dos Talibãs mas não reconhecem a trave do seu olho? Este deus ensinava muito bem os outros e não viu os seus próprios erros? Ainda assim tem milhares de seguidores? Ele fui um grande psicólogo e “conhecedor” das coisas do seu “pai” e não sabia que estava a arrastar o mundo para o seu cego masoquismo? Todos sabem de quem estou a falar: Jesus este foi o grande instrutor de todas as variantes de pessoas e religiões que hoje instigam os seus membros ao sacrifício! Deixem-se de seguir religiões pois elas é que fazem as pessoas não acreditar na existência de Deus. Nas escolas não permitam que vos enganem com filosofias da caca chamando-lhes de ciência! Despertem pois os abutres estão por todo o lado! Deus existe e pode falar a cada um, Ele o faz se desistirem de O procurar numa religião.

    ResponderExcluir